quarta-feira, 25 de março de 2009

"OHO OHO‏"

O mês era JUNHO de 1996 - Período de férias, nosso grupo viajou para o Boqueirão da Praia Grande - Santos - O grupo: Rogério (Piuí), Rodrigo (Grilo), Saulo e Alvaro.
Alguns momentos eram simples, com coisas simples, sempre nos virando do jeito que podíamos, exemplo típico de um perrengue:

Com apenas uma boca funcionando, o fogão quebrou o galho, enquanto fervia a água, com o macarrão ainda cru, ficávamos na sala cantando "OHO OHO‏" e aguardando ansiosamente o término gastronómico que saciara toda a rapaziada.

Alguns minutos mais tarde, o molho também era fervido, aproveitando o calor da água do macarrão, prática também necessária, afinal, o gás estava por acabar.

Como se fosse hoje, a lembrança jamais me faria esquecer a música composta pelo Rogério, qual cantávamos ao harmônico som das sete cordas do companheiro que nunca o abandonava, o VIOLÃO.

OHO OHO‏

“la kagiva la kazara bere oho bere ôho bara sun bara loves pon dereeee
La kagiva la kazara bere oho bere ôho bara sun bara loves der ô ô ô ô ô

And loves gonna Will pray the figth
Pray for the lord and you gonna win the figth
And loves gonna will the pon daini
Pray my lord and my soul will love to keepppp


la kagiva la kazara bere oho bere ôho bara sun bara loves pon de
ni kara kazara bere aha bere oho lovezararan bere an bere on bere an
bere ooooo oho ohooo oho ohooo ohooooo ohohooo ohohooo bento
lovezagaran bere an bere onba lovezagaran bere on bere anba
arama arama arama arama …”