quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Membro integrante da flora

Sonhando em fazer parte da flora, decidi me enfiar mata a dentro em homenagem ao Grupo de Escoteiros Bororós, cujo resgate se deu no Parque do Curucutú na madrugada de ontem. Nunca fui escoteiro, mas me viro bem na mata. Geralmente quando eu ia acampar com amigos, além de violão e farta bebida, levava sempre uma lista telefônica velha para ascender o fogo, nada de esquentar ponta de madeira em palha seca, isso não existe mais. Bússola também eu acho uma grande besteira, pois é muito mais fácil seguir deixando rastros, e se depois eu não acertar o caminho, volto pelo mesmo que fui. Isso não é ignorância, mesmo porque, ninguém pensa em se perder, logo, ninguém vai sair toda hora com canivete, cordas, bússola e cantil. Tem que saber se virar. Outra coisa que aprendi quando ainda brincava de "guerrinha de mamonas", foi fazer "balão galinha". Qualquer um vê de longe os pontos pretos dos balões subindo. Portanto não me perco fácil.