domingo, 4 de julho de 2010

Patriotismo deslavado, quem sabe daqui 4 anos...

Se você tinha problemas, dificuldades no lar, dívidas, a beira do divórcio, deprimência, angustias, doenças de todos os tipos, mal olhado, ziquizira, sofria inveja, paixão recolhida, amor impossível:
Esses momentos de euforias saltitadas, com toda certeza foram seus dias! A hora da solução, o dia de esquecer tudo isso.
Por um pouco de tempo você teve seu livramento, a suas horas foram aquelas de momentos ala vuvuzelas!
O slogan era apenas um: - Hoje é dia de jogo do Brasil, Cidadãos Romanos, hoje tem circo!
Durante 4 anos existe uma dificuldade enorme para se conseguir uma Bandeira do Brasil, mas agora, com a Copa, o Brasil foi verde, amarelo, branco e azul anil.
Que vergonha, uma época em que se propaga um patriotismo barato.
Um bando de 'brasileiros de época' que resmungam a letra do Hino Nacional, irreverente com a Pátria, o fazem de forma vergonhosa, cantarolando a letra de Joaquim Osório Duque Estrada, que para alguns é língua erudita, para outros, arcaica, outros, impossível de 'decorar'.
Há! Essa terra adorada que entre outras mil és tu Brasil, ó Pátria amada!
Esse povo que eternamente está em berço esplêndido, ao som do mar e à luz do céu profundo; esse florão da América que fulgura ao sol de um Novo Mundo!
Sim, esse mesmo. Pára tudo, para ver seus 11 homens, ganharem, não uma partida, mas, uma enorme quantia de dólares para engordarem ainda mais suas contas bancárias, e os brasileiros?
Sim, os brasileiros, pagadores de impostos mais altos de todos os tempos; param tudo, fecham tudo; tem até igrejas que abrem as portas para que seus membros assistam o circo juntos.
Ó Pátria Amada, não se envergonhe por ser mãe gentil dos filhos deste solo.
Ó Pátria Amada! Salve salve, pena que não és idolatrada, a copa ocupou teu lugar, mas não fique triste, te conquistamos com braços fortes e sabemos que em teu seio há liberdade, ainda bem não é?


Hoje, domingo a noite, vemos os ponteiros passarem a custa de um novo dia que virá, num amanhecer em que os pobres garis recolhem os vestígios daquilo que todos tinham como PÁTRIA.

"O Brasil é o melhor país de todos!" O povo é quem diz. A voz do povo é a voz de Deus, logo, eu pergunto a Deus: O que é Brasil?