quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Ida à Cachoeira do França - Casa do Floyd 1997

No trajeto de 14 km de estrada de terra, uma parada para dormir num quintal do Bar do Batista


Café da manhã da época, Alvaro, Fabinho, Marcelo e Vespa


Desembarque na Barragem - Ônibus da Viação Miracatiba


chegando na CASA DO FLOYD

Mais perto da casa da paz

O sossego de casa

O varal da casa

Água pura e farta no quintal - A noite dorme-se com o barulho da cachoeira

100 metros da casa

Apenas o barulho e o cheiro da natureza

Grande amigo Fabóóóte

Ambiente de muita paz

Na ida em busca de comida à cerca de 4 Km - No Bar do Paulo Boava, nos deparamos com isso

Lugar onde se repõe de fato as energias

Esse foi o lugar que Rosara escolheu para meditar

"No mato a gente anda descalço

E pode tomar banho nu

E de manhã fazer chapati

E à tarde eu tomo um chimarrão

Se à noite eu faço uma fogueira

Vou tocar meu violão"
Fabinho preparando o engasga gato a noite

Marcelo e Alvaro garantindo o almoço

A noite na barraca no canto de baixo - Lual

Há coisas na vida da gente que jamais esqueceremos, momentos, amigos, situações, ocasiões e circunstâncias. Quem viveu, viveu, quem não viveu não viverá, não esses momentos.



THE END